sexta-feira, 11 de julho de 2008

That`s Enough!!!


Ele há cada um....
Estava a minha pessoa muito sossegadinha, a fazer o seu trabalhinho de merda da maneira mais agradável que se pode fazer! Ou seja entrar,executar o trabalho, não dirigir a palavra a ninguém salvo quando a função assim o exige, a fazer um esforço enorme para não esbofetear as minhas ricas colegas quando decidem conversar em alta voz sobre tópicos tão superficiais que até me ofende os tímpanos, eis, senão, quando um colega com síndrome de chefe decide exercer os seus delírios com todo o desprendimento que só os ínsanos conseguem!

Antes de o mandar (para o caralho) dar uma volta decidi calar os meus sentimentos mais neandertais e dirigi-me ao meu pseudochefe para que tomasse uma providência em relação ao sucedido. Julgando eu que talvez, por obra do espírito santo, ou algo que lhe valha, se fizesse um pouco de luz na cabecinha do meu chefe e, a modos que, num rasgo de lucidez e sanidade o mesmo agisse em prol da Je!

Eu começo a achar que aquele ambiente me começa a afectar a inteligência!!! Desde quando tal vislumbre seria possível?! Mas pelo menos não me podem acusar de não ter tentado!
A minha tentativa de resolver a situação de uma maneira profissional falhou por completo e o que recebi em troca foram mais delírios e baboseiras de que só o meu chefe é capaz!

Não aguentei tal cenário e pus-me na alheta, que é como quem diz fui-me embora!!! Antes que as minhas visões (pegar no meu chefe pelo colarinho, esbofeteá-lo e de seguida perguntar se estava a respirar bem) se tornam-se realidade, fui-me embora para casa! Disse, claro, estou mal mas com a graça de Deus ainda tenho dois palmos de testa, mesmo em situações limite, que estava enjoada e antes que vomitasse (para cima dele - esta parte ficou retida no meu subconsciente por razões óbvias) ia embora para casa, descansar! E tenho dito!!!
Caguei d`alto para aquela merda!!!
A partir de agora acabou-se o politicamente correcto e a guerra fria!

Caro pseudochefe, adjuntos de merda que só se estorvam e colegas com síndrome de chefe, venho por este meio comunicar que se acabaram as merdices! É guerra declarada! Ou seja não vos aturo mais cheliques e delírios dignos de internamento, agora quem disser o que quer, vai, com toda a certeza e figuras de estilo, ouvir o que não quer!

Lavei a minha alma!!! Fechei-me na toca, quer dizer, no gabinete do meu chefe e exigi que com factos palpáveis me justificasse as suas atitudes dos ultimos dias. Isto numa linguagem mais corrente senão o cérebro do meu chefe fazia shut down por excesso de informação incompreendida!Não foi capaz, porque tais factos não existem. Pura e simplesmente teve a distinta lata de me dizer que tem feito as merdas que tem feito porque lhe apetece, e como o meu local de trabalho é uma anarquia completa ele pode exercer todos os seus delírios sem que ninguém abra a boca para lhe dizer seja o que for! É o que eu costumo dizer aquilo é um circo e ele é o Palhaço mor!!! Perante tais afirmações que ofendiam a minha inteligência de tal maneira que só me apetecia ligar pro 112 e mandar internar, não pude ficar calada! Chamei-lhe de incompetente pra baixo, disse tudo o que estava entalado há meses, apenas umas verdades que o anormal estava a precisar ouvir para ver se começa a saber qual o lugar dele e até onde pode ou não ir! Nada que toda a gente não lhe queira dizer mas não tem coragem!!!

Empregos não faltam e de certeza que vir embora daquele lugar vai ser melhor para mim! O ordenado é muito bom, mas o dinheiro não é tudo! É um ciclo que vou fechar e acho, pelas razões que vocês já sabem, que tudo vai mudar a partir daí! Para melhor, eu espero!!!

So God help me!!!


2 comentários:

Break Silence disse...

Infelizmente ha muitos locais de trabalho assim.
Talvez por isso me tenha fartado e agora esteja a construir a minha propria empresa.
Beijos

Marta disse...

Nada justifica que nos ponham o pé em cima e nos faltem ao respeito. Como tu dizes, trabalhos há muitos.
Boa sorte.
Bjs